Atualizado em

Oie! Neste post separei 24 reflexões sobre comunicação, descritas em frases e trechos de livros, E que vão te fazer pensar. Espero que você fique inspirado(a) também!

Além disso, desejo que este texto provoque alguma “transformação interna” em você. Utilizei as palavras de Ciro Marcondes Filho, renomado pesquisador e professor titular da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), pois para ele, e para mim também, a comunicação só acontece de fato quando eu entendo que tem a ver comigo, quando eu “volto a ela e incorporo algo para mim” (trecho do livro “Para Entender a Comunicação – contatos antecipados com a Nova Teoria).

Sendo assim, que tal pensar um pouco? As ideias que trouxe aqui partem de diversos autores, estudiosos, pesquisadores, empreendedores, gestores, filósofos… todos buscando não só compreender mais o fenômeno da comunicação, mas reforçar o quanto ela se constitui como pilar fundamental que estrutura a sociedade.

Ideias para pensar a comunicação

1) “Aquele que sabe falar, é aquele mesmo que, antes de saber falar, sabe ouvir”. Alexandre K.

2) “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria”. Tales de Mileto

3) “O mais importante na comunicação é ouvir o que não foi dito”. Peter F. Drucker

4) “Eloquência consiste em tornar pequenas as coisas grandes e grandes as pequenas”. Hipócrates

5) “O desejo de ir em direção ao outro, de se comunicar com ele, ajudá-lo de forma eficiente, faz nascer em nós uma imensa energia e uma grande alegria, sem nenhuma sensação de cansaço”. Dalai Lama

6) “Falar é uma necessidade, escutar é uma arte.” Johann Goethe 

7) “As palavras são os suspiros da alma”. Pitágoras

8) “O homem é um ser que se criou a si próprio ao criar uma linguagem. Pela palavra, o homem é uma metáfora de si próprio”. Octavio Paz 

9) “É irónico mas verdadeiro que, nesta era de comunicações electrónicas, a interacção pessoal está-se a tornar mais importante que nunca”. Regis McKenna 

10) “Eu sou um grande crente de que qualquer ferramenta que melhore a comunicação tem efeitos profundos na forma como as pessoas aprendem umas com as outras, e como é que podem atingir os tipos de liberdades em que estão interessadas”. Bill Gates

11) “É de bom cidadão preferir as palavras que salvam às palavras que agradam”. Demóstenes

12) Uma ética da comunicação deve levar em consideração o desejo e a necessidade de estar com o outro, de aceitar o desafio que o outro nos lança por meio de sua singularidade, de sua diferença. O encontro com o outro, seja na comunidade ou a partir das representações midiáticas, envolve sempre algum tipo de dúvida e de estranhamento, e é isso mesmo que leva ao surgimento de questões éticas”. Luís Mauro Sá Martino e Ângela Cristina Salgueiro Marques em “Ética, mídia e comunicação – relações sociais em um mundo conectado” p. 29

13) “Há pessoas que facilmente retiram o que disseram, como se retira uma espada do ventre do seu adversário”. Renard Jules

14) “A relação com a alteridade, nas mídias digitais, tem algo de paradoxal: o excesso de informações, longe da transparência, bloqueia boa parte da nossa visão com o outro – o resultado é tomar a parte pelo todo, em uma metonímia. Isso acontece, entre outros, por dois motivos: 1) as informações on-line a respeito de alguém são facilmente confundidas com o “conhecimento” sobre o outro; 2) em virtude disso, quando alguém fala de si e dos outros, raramente é possível avançar além de uma impressão primeira sobre a alteridade”. Luís Mauro Sá Martino e Ângela Cristina Salgueiro Marques em “Ética, mídia e comunicação – relações sociais em um mundo conectado”, p. 197

15) “O facto de sermos não sei quantos milhões de pessoas e, não obstante, a comunicação, a comunicação completa, ser totalmente impossível entre duas pessoas parece-me uma das coisas mais trágicas do mundo”. Georges Simenon

16) “… desde quando os seres humanos estão dispostos a ouvir e compreender os outros em uma discussão? Luís Mauro Sá Martino e Ângela Cristina Salgueiro Marques em “Ética, mídia e comunicação – relações sociais em um mundo conectado”, p. 79

Alimentar empatia por outras pessoas não significa amá-las nem deixar de discordar delas, mas desenvolver uma capacidade de escuta e acolhimento responsável pela ampliação do horizonte do qual um indivíduo interpreta e julga as reivindicações de seus pares.

Livro “Ética, mídia e comunicação – relações sociais em um mundo conectado”, p. 84

18) “Agora, mais do que nunca, a comunicação está no nosso sangue. É o componente vital de toda a empresa. E, mesmo assim, muitas organizações deixam sua comunicação ao léu, ao “senso comum” ou às velhas tradições que já não funcionam para manter todos informados e incluídos”. Steve Chandler e Scott Richardson em “100 maneiras de motivar as pessoas”, p. 74

19) “Eu tive que resignar-me, há muitos anos atrás, que não sou muito articulado quando tento explicar como é que me sinto acerca das coisas. Mas a minha música faz isso por mim, realmente faz”. David Bowie

20) “E ouvir é diferente de escutar. Ouvir é escutar com propósito, com objetivo. É realmente atentar-se ao processo de comunicação, olhar para o outro e fixar-se apenas no que está sendo dito por ele, sem alimentar estímulos externos a esse processo de comunicação”. Joel Reis E Roseli Mazulo em “Gestão da Imagem – propósito, plano de carreira e êxito profissional”, p. 143

21) “O mundo que criamos é produto do nosso pensamento. Ele não pode ser alterado sem que mudemos a nossa maneira de pensar”. Albert Einstein, citado por Steve Chandler e Sam Beckford em “100 maneiras de criar riqueza”, p.81

22) “No tocante à midiatização, é crucial a diferença entre olhar e ver, ouvir e escutar, assim como entre a pura emoção e o sentimento, que é sensibilidade lúcida, porque nessa diferença se constrói o discernimento, ou seja, outro nome para a apreensão crítica do mudo. Assim, pode ser imediato o impacto social de uma mídia nova, como a internet, mas a avaliação das suas consequências humanas não acompanha a velocidade tecnológica das transformações”. Muniz Sodré em “A ciência do comum – notas para o método comunicacional”, p. 99

23) “Comunicação é exatamente isso: o fato de eu receber o outro, a fala do outro, a presença do outro, o produto do outro e isso me transformar internamente. O lado oposto, o da emissão, é mera produção de sinais, não é comunicação”. Ciro Marcondes Filho em “Para entender a comunicação – contatos antecipados com a Nova Teoria”, p. 8

24) “Quando você decide assumir a própria identidade e deseja realmente cumprir a sua missão, nada mais importa: nem a roupa que lhe colocaram, nem o rótulo que lhe atribuíram, nem os limites que lhe impuseram, nem o formato que o encaixaram”. Flávio Augusto da Silva, Em “Geração de Valor 2 – plantando sonhos, colhendo conquistas”, p. 105.

Para aprimorar a sua comunicação

Gostou? Espero que essas reflexões sobre comunicação possam te inspirar e te auxiliar nas suas demandas. Se quiser aprender mais, neste post você vai saber quatro dicas de como captar e manter a atenção do seu público, especialmente na internet.

E no artigo sobre Comunicação na Era da Conectividade, tem três dicas de livros para entender o mundo em que estamos vivendo, como estamos nos relacionando e de que forma é possível se comunicar melhor na era em que on-line e off-line não mais se distinguem.

Até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *