Atualizado em

Está planejando conhecer a África do Sul, especialmente a Cidade do Cabo? Então POR FAVOR guarde esse nome: Chapman’s Peak Drive. Esse é o caminho para um pôr do sol inesquecível na sua vida.

E o melhor: não é só o pôr do sol, e sim TODA a rota até chegar ao mirante principal. A estrada é considerada por vários viajantes como uma das mais belas do mundo.

Casal na Chapman's Peak Drive, África do Sul
Eu e meu marido no mirante principal. Ao fundo, a montanha Chapman cortada pela Chapman’s Peak Drive

Já tinha pesquisado sobre o que fazer na Cidade do Cabo, mas não me delonguei muito no roteiro e guardei na mente alguns pontos principais, e não estava lembrando da Chapman’s.

Ainda bem que conversei com a gerente do restaurante onde eu estava.

Quinta-feira, 6 de junho de 2019, estávamos em Simon’s Town, (mais ou menos 1 hora de carro até o centro da Cidade do Cabo) em um restaurante bem perto da Boulders Beach, a famosa praia dos Pinguins (falarei sobre essa praia em outro post!).

Saindo do restaurante, voltei e perguntei ao garçom:

Where can I see the sunset nearby?

Onde posso ver o pôr do sol aqui perto?

Wait, I’ll call my manager.

Espera aí que vou chamar minha gerente.

Vem a moça.

You can see the sunset right here, at the Chapman’s Peak.

Você pode ver o pôr do sol na Chapman’s Peak, que fica bem aqui oh.

Apontou a localização no mapa.

You can have the map! Enjoy!

Pode ficar com o mapa! Aproveite!

Não imaginava nem de longe que veria aquelas paisagens que eu vi.

Chapman’s Peak Drive: quando caminho é tão maravilhoso como o destino

Provavelmente você já deve ter ouvido falar, alguma vez na vida, que o percurso é tão importante quanto a chegada. Essa deveria ser a frase que define a Chapman’s Peak Drive. 

Também chamada de “Chappies”, é uma estrada de 9 km que contorna o Chapman’s Peak, ou Pico de Chapman, montanha que fica no lado ocidental da Península do Cabo, entre Hout Bay (Baía de Hout) e Noordhoek (nome holandês que define um surbúrbio na Cidade do Cabo).

A estrada é beira-mar, estreita e tem mais de 100 curvas perigosas, mas é absurdamente maravilhosa! Tome cuidado quem for dirigir. Você fica até meio confuso com tamanha beleza do lugar e ainda dirigindo na mão inglesa…

Gravei este vídeo passando pela Chapman’s Peak Drive. Tudo lindo demaaais!

Eu só falava: genteee, que lugar é esse?! Não sabia se filmava, se tirava foto, se falava para o meu marido tomar cuidado com a estrada… Ele estava tão embasbacado como eu!

Por ser costeira, você tem vistas panorâmicas do oceano atlântico e dos paredões de rochas sendo “cortados” pela própria estrada. Sério, é difícil descrever a maravilhosidade dessa rota.

Parte da Chapman's Peak Drive
A Chapman’s Peak Drive foi concluída em 1922 e teve que ser fechada algumas vezes por conta de deslizamento de pedras.

Inclusive fechou em um dia que tentamos dirigir novamente por ela para ir até o Cabo da Boa Esperança e o Cape Point, que são dois pontos turísticos famosos da Cidade do Cabo.

Lembrando que há um pedágio para dirigir pela Chappies. Pagamos 47 Rands, cerca de 12 reais.

Um pôr do sol para nunca mais esquecer

Depois de dirigir alguns minutos, bem devagar para não perder nenhum cenário de vista, finalmente estacionamos e fomos até o mirante Chapman’s Point para contemplar o cenário.

Um infinito de mar à frente, atrás paredões de quase 600 metros de altura. Ficamos alguns minutos “ativando”os nossos cinco sentidos para captar o máximo daquele lugar e daquele momento!

Mar e pôr do sol na Chapman's Peak, África do Sul
Sunset na Chapman’s Peak Drive. Maravilhoso!
Mulher contemplando pôr do sol com montanha e mar ao fundo
Chapman’s Peak Point

Sinto dizer que essas fotos não mostram quase nada do que é esse lugar ao vivo e a cores. Então veja com seus próprios olhos!

Ah,  uma curiosidade: Conta-se que Chapman era na verdade colega de um capitão de um navio inglês que empacou nas águas lá por perto em 1907.

O Chapman remou até a margem a mando do capitão, para ver se conseguia suprimentos, e assim o local foi batizado de Chapman’s chance, “a chance de Chapman”.

É isso: Cidade do Cabo é surpreendente. Na verdade, África do Sul superou todas as minhas expectativas. O safári então, nem sem fala. Aprendi seis coisas valiosas lá. Se quiser continuar lendo, contei aqui.

Um beijo e até o próximo #storytravelling !

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *