Atualizado em

Posts engraçados: eu não sei você, mas eu amo.

Tanto é que sempre tiro uma horinha do meu dia só para entrar na internet e me divertir com os memes, gifs e outras formas da linguagem virtuais e que me arrancam boas risadas.

O TikTok por exemplo é uma das mídias sociais em que mais encontro comédia. Eu me divirto, sério.

Eu dou tanta risada que resolvi fazer este post sobre posts engraçados.

O que eu tenho percebido é que, no mundo online, o conteúdo engraçado tem sido uma excelente pedida: tanto para quem produz quanto para quem consome.

Então eu trouxe aqui alguns benefícios que este tipo de post pode trazer.

Seja para quem produz ou para você que navega na internet, que usa de meios virtuais para buscar estudo e conhecimento.

  1. Por que rimos?
  2. Humor na internet
  3. Três benefícios dos posts engraçados

Por que rimos?

Primeiramente, vamos à definição de humor.

Pesquisando no Dicionário Aurélio, temos que humor é uma “disposição de espírito”.

Afinal, humor é um estado. Por exemplo, podemos estar de mal humor.

Mas, a gente percebe que a palavra “humor” geralmente é mais associada à comédia, a algo que nos faz rir ou a nossa capacidade de expressar uma ideia de forma cômica.

E aí, vendo os vídeos do TikTok, fiquei perguntando a mim mesma: por que rimos? O que é o riso afinal?

Achei uma possível explicação de um estudo de 2013 publicado no periódico científico Nature, e que fala da importância do humor para a experiência humana,

Uma parte do artigo descreve como entendemos o humor.

É basicamente assim:

  1. O começo de tudo é a detecção de uma incongruência, criada pela presença de dois elementos habitualmente incompatíveis.
  2. Isso produz uma violação de expectativas.
  3. E é aí que surge o riso. Segundo a teoria da detecção e resolução, citada neste artigo, há uma excitação cognitiva diante da incompatibilidade, seguida de uma resolução dessa incongruência associada à diversão. Ou seja, a gente ri.
A página Sensacionalista é bastante famosa pelos posts engraçados que utilizam de elementos de ironia. Ela se intitula como uma página de humor de um jornalismo isento de verdade.

Bom, claro que existem várias teorias sobre os modos operacionais do humor.

Afinal de contas, uma de suas principais características é a sua subjetividade. É um fenômeno profundo e vivenciado de formas diversas por cada um de nós.

Quantas vezes eu me peguei quase chorando de rir de algum post enquanto os outros não riram nadinha.

Então é importante dizer que o humor é construído ao longo da vida, de acordo com nossas percepções das experiências.

Humor na internet

Não é à toa que a comunicação online tem sido pauta de tantas investigações e pesquisas.

Bilhões de pessoas online, trocando mensagens o tempo todo, um imenso volume de conteúdos postados a cada segundo. Um universo com muita matéria-prima para estudos!

Fato é que a internet propiciou novas formas de produção de sentido. Surgimento de novas linguagens.

No caso do humor, não é diferente. Ele, em essência, se utiliza de diversos elementos como ironia, mas na internet ganha ainda novos formatos.

Por exemplo, posts que se utilizam de imagens e conteúdos em contextos que não os originais.

Enfim, há uma cultura do humor no ciberespaço.

E que está entre as principais motivações de quem navega na internet.

Segundo pesquisa Video Viewers, quase 40% dos internautas brasileiros que assistem a vídeos buscam entretenimento:

Outra pesquisa mostra que o TikTok e o Instagram têm sido duas mídias muito utilizadas para conteúdo de humor.

Dá uma olhada no gráfico abaixo, que retirei do Instagram do Rafael Kiso (@rkiso):

E quais as vantagens do humor na internet? Abaixo descrevi alguns benefícios de postagens engraçadas:

Três benefícios de posts engraçados

1 – Aumenta o engajamento:

O lúdico carrega consigo uma capacidade de gerar mais conexão entre as pessoas.

Isso por que gera identificação, e identificação desperta nas pessoas um sentimento de ser parte inerente daquele contexto.

Segundo um artigo sobre o uso de humor no ensino de línguas, o registro humorístico

facilita a apresentação de língua autêntica, normalmente de registro coloquial ou familiar, em contextos comunicativos reais. O material humorístico existente nas piadas é uma das representações mais próximas do cotidiano de uma comunidade, de suas inquietações, pensamentos, caráter e modo de se expressar.

ARTIGO: O HUMOR NO ENSINO DE LÍNGUAS

Além disso, um estudo que inclusive já citei aqui no blog mostra que emoções de alta excitação aumentam a chance de transmissão social.

Ou seja, se estivermos mais alegres, por exemplo, aumentamos a tendência de compartilhar uma mensagem.

E um post engraçado é um conteúdo altamente emocional né. Então faz todo sentido.

Além disso, sabemos que as emoções desempenham papel fundamental na cognição e no aprendizado.

Depois de rir, tendemos a ser mais criativos, tomamos melhores decisões, somos mais generosos e nos aproximamos mais dos outros.

artigo: O humor no ensino de línguas

E esse engajamento, no meio virtual, se manifesta principalmente nas métricas: curtidas, comentários, salvamentos, compartilhamentos etc.

E também no engajamento invisível. Ou seja, daquelas pessoas que não contribuem com métricas, mas te acompanham, estão ali vendo seu conteúdo.

Afinal, o conceito de engajamento vai muito além de métricas. Na verdade é algo muito mais profundo, é um estado psicológico totalmente multifacetado. (se quiser saber mais sobre engajamento, veja esta live no meu Instagram).

Mas, resumindo, posts engraçados tendem a gerar mais engajamento e têm potencial de viralização.

Neste caso, os benefícios são principalmente para quem produz o conteúdo.

2 – Auxilia no processo de ensino e aprendizagem:

Já não é novidade nenhuma que a pandemia acelerou a transformação digital no mundo e o EAD está se consolidando bastante.

Aqui, é fundamental investir em estratégias de comunicação para otimização do ensino e da aprendizagem. E os posts engraçados podem ajudar.

Quando o aluno é exposto a textos humorísticos, sua meta em foreground tende a ser o riso, de modo que a aprendizagem da língua estrangeira fica implícita/inconsciente em background. Posto isso, o aluno se sente supostamente menos pressionado e mais relaxado. Nesse caso, a aprendizagem é uma consequência e não a principal preocupação. Ademais, o estímulo emocional gerado pelo humor contribui para a memorização dos conteúdos e, consequentemente, facilita a aprendizagem, já que está diretamente ligada à memória.

Artigo – O humor no ensino de línguas

3 – Facilita a compreensão da mensagem:

E isso é muito positivo principalmente quando queremos comunicar um conceito ou uma ideia complexa.

Perfis de cientistas por exemplo podem olhar com carinho para o conteúdo de humor hein!

O riso é resultado do entendimento imediato da mensagem e da resposta espontânea sem precisar de grandes explicações ao que foi compartilhado.

artigo: O riso na cibercultura: processos de construção do humor brasileiro na internet

Eu entendo que o humor simplifica o processo de decodificação da mensagem, e o torna mais prazeroso, ampliando as chances de suas ações de comunicação serem bem-sucedidas.

Bom, claro que eu fiz aqui um recorte sobre o humor. Poderíamos falar sobre tipos de humor, elementos utilizados e também cuidados que devemos ter ao postar este tipo de conteúdo!

Principalmente por ele ser muito subjetivo. Mas fica para outro post. Por agora, a minha ideia foi iniciar a conversa sobre algo tão gostoso de se falar: humor.

Beijos e até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *